quarta-feira, 26 de maio de 2010

amor sem limites - parte 2

Parte 1| Parte 2


- Você.
- An? Não, eu não vou fazer isso - explodi, cruzei os braços - não mesmo.
- Hmm. Se quer mesmo encontrar o seu amiguinho... - ele gesticulou em na direção da foto.
- Namorado.
- O que? - disse ele.
- Meu namorado, ele era meu namorado.
- Ah bom.
Meu Deus, o que eu estava fazendo? E porquê? E se o Pedro não me quisesse mais e tivesse ido embora justamente por isso? Não importa, não quero pensar nas possibilidades, quero ouvir a verdade da boca dele.
- Já que é o único jeito, não posso fazer nada. Preciso encontrá-lo - baixei a cabeça.
Naquela noite tive que dormir com aquele homem. Não que ele fosse feio, pelo contrário, era muito bonito e sempre tinha um monte de mulheres atrás dele. Mas não era com ele que eu devia estar.
- Achei o menino. - Disse ele pela manhã.
Saí correndo e fui até ele para saber mais sobre a novidade.
- Ele está em Itaúna, é Minas.
- Hmm, não deve ser tão longe uma passagem de ônibus de São Paulo até essa cidade. 
Saí de lá, peguei minhas coisas e fui até a rodoviária ver quanto é a passagem. Pedro, Pedro, Pedro. Olha o que eu estou fazendo por você.


Continua...


Gente, essa história é pura ficção, as personagens e situações aqui foram todas inventadas. 

5 comentários:

  1. Será que vale a pena?
    Agora ela terá que ir até o fim, depois de se deitar com um subordinador... muamuamua

    ResponderExcluir
  2. Eu amo seu blog, e fico feliz por gostar do meu! :)

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Flickr

Link-me!



Clique para ver mais opções de buttons

Translate

Real Time Web Analytics