sexta-feira, 28 de maio de 2010

A tempos você não era mais minha inspiração aqui, nem sei como eu uso meu sentimentos - se é que ainda resta alguma coisa do amor que eu sentia por você - para fazer algum texto. Faz quanto tempo que a gente não se fala? 2, 3 meses? Não importa o tempo, sempre vai parecer uma eternidade para mim. As vezes eu me pego vendo os recados que os outros deixaram para você, aliás, fiz isso hoje. Ainda estou chorando rios por você. Não sei porque eu faço isso. Sério mesmo, as vezes acho que meu coração é masoquista, ele  gosta de sofrer, sempre toma doses e mais doses de saudades, que no dia seguinte acaba se tornando tristeza, mais saudade ainda e de quebra ainda ganho algumas lágrimas. Pra que eu faço isso? Pra que? Meu amor por você pode ter se esgotado e estar na última gota, mas sempre que eu faço isso essas gotas se multiplicam rapidamente, e quase transbordam, pra no outro dia elas simplesmente sumirem e continuarem - quase - extinta, ainda na última gota. Sempre algo me diz para eu ir embora e nunca mais lembrar se quer que você existe, mas também tem algo que me diz para continuar, para não te esquecer e te deixar guardado em algum cantinho escuro do meu coração para que quando eu te ver eu possa te resgatar de lá. Não sei o que fazer, bem que você poderia me ajudar. As gotas estão se multiplicando.


Para: 18ª edição musical do Bloínquês;
PS: não importa se eu não ganhar essa, só queria desabafar, fazer o meu backup.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Flickr

Link-me!



Clique para ver mais opções de buttons

Translate

Real Time Web Analytics